hyperfan  
 

Ultimate Liga da Justiça # 06

Por Igor Appolinário

"Frustada a Paz, a Guerra continua
no Céu, no Mar, nos cafundós da Lua.
Uma esperança aponta nessa bruma:
É o cachimbo da paz. Mas ninguém fuma."

— "Pastoral dos Dias Maduros", Francisco Carvalho

Pedra Fundamental — Parte VI
De Batalhas

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Ultimate Liga da Justiça
:: Outros Títulos

Exosfera — órbita da Terra

Algo semelhante a um avião comercial atravessa a atmosfera da Terra e atinge a exosfera, ficando cara-a-cara com a armada daxamita, rodeada pelos mísseis nucleares. (*) Sua luminosidade verde se destaca na escuridão espacial.

— Certo, já estamos aqui. — diz Lanterna Verde para Batman — O que vamos fazer?

— Você já viu o que está acontecendo? — diz Batman, olhando pela janela esverdeada.

Lá fora, Super-Homem enfrenta dezenas de navetas alienígenas, todas atacando com ferocidade. Elas aparentemente levam a melhor, devido a seu maior número.

— Temos... ajudá-lo! — grita Diana.

— Sim, Lanterna, você e a mulher vão ajudar Super-Homem. Eu e Átomo vamos tentar entrar no meio das naves e procurar o líder.

Lanterna Verde e Diana saem do avião, envoltos pela fantástica energia esmeralda que, com um pensamento, se torna uma arma bélica voadora. Juntos, eles partem para cima das navetas.

Fundo do oceano

Aquaman percorre o fundo do mar com a velocidade de um tubarão furioso. Ele avista uma das perfuratrizes daxamitas começando a penetrar o solo. Orin se aproxima cuidadosamente e toca o chão. Ele faz mira com o tridente, recita algumas palavras e um raio luminoso dispara em direção a máquina.

KRAKOON

O robô se inclina levemente. Ele volta à posição ereta e direciona seus sensores ópticos para seu atacante. Uma analise rápida e um raio de impacto aparentemente tira o incômodo do caminho. Aquaman se levanta, cambaleante, a fúria fazendo seus olhos azuis brilharem.

Na superfície, um raio vermelho corta as águas, até parar contra uma ilhota. Flash se levanta, meio zonzo, e olha mais à frente: um grande robô-perfuratriz vem em sua direção.

— Humm... você quer brigar, né? Vamos lá!

Flash corre a toda velocidade e atinge o robô, que voa alguns quilômetros longe.

Diana, cuidado!! — grita o Lanterna Verde pelo comunicador, vendo uma naveta desgovernada avançando contra a mulher.

Diana se vira para a naveta e defere um golpe que a faz voltar e voar para longe, explodindo em um golpe de luz silencioso. Ela se aproxima de outra naveta, a agarra, e num giro circular, lança-a contra outra, as duas explodindo espetacularmente. A grande onda de naves é barrada pela fúria da guerreira e pelo poder do anel do Lanterna Verde, mas ambos também ficam presos, nem avançando, nem retrocedendo.

Mais adiante, a nave bélica esmeralda pilotada por Batman e Átomo consegue evadir-se da onda de navetas, aproximando-se das naves maiores. Átomo desvia das navetas retardatárias, enquanto Batman controla os canhões que as mantêm afastadas. Mas, de repente, um impacto faz com que ambos percam os controles.

— Átomo, o que você fez?!

— Calma, tovarisch, parece que fomos pego por um tipo de raio trator, veja! Estamos sendo levados até aquela nave. — diz Átomo, apontando para Ix-9.

Base da SHIELD — EUA

— Capitão América! Responda imediatamente! — grita Nick Fury no comunicador. Há horas ele vem tentando entrar em contato com o supergrupo liderado pelo Capitão América, depois do ataque à ONU.

Fury... ZZZZTTT — começa uma voz interrompida pela distorção.

— Pym? O que está havendo?!!

O Triskelion enlouqueceu! Nossos sistemas de defesa estão nos atacando... aaahhh!!!

— Droga!!

Ao norte de Nova York, em Westchester, no Instituto Xavier para Jovens Superdotados, fachada para os X-Men, os jovens mutantes enfrentam um problema semelhante após serem atingidos pelo projétil alienígena.(**)

— Professor, cuidado! — grita o jovem Scott Summers, atirando raios de força de seus olhos contra um grande robô que se dirige contra o Professor Xavier — Vamos para o hangar, lá os robôs da Sala de Perigo não podem nos pegar!

Ix-9 — órbita da Terra

— Por aqui, Batman.

Átomo e Batman percorrem os largos corredores assépticos da grande nave-mãe daxamita. Eles andam a esmo, mas com a grande sensação de serem guiados por uma força invisível. Eles chegam a mais uma bifurcação e se sentem compelidos a seguir para a esquerda. Mais à frente, em frente a uma porta, eles encontram dois soldados daxamitas, usando uniformes negros.

— Moleza, tovarisch. — diz Átomo, diminuindo a um tamanho microscópico. Um dos soldados começa a ter um ataque epiléptico e desmaia, o outro olha espantado e vê Batman no fim do corredor.

— < Quem é você? Parado! > (***)

Batman salta sobre o soldado e, com três golpes rápidos, o derruba no chão. Logo após, Átomo surge ao seu lado, um sorriso no rosto.

— Muito intrigante, eles têm o canal auditivo mais estranho que já vi!

— Hunf! Vamos ver logo o que existe de tão importante atrás dessa porta... afinal, nos fez vir até aqui... — diz Batman, abrindo a porta metálica.

Com um ruído quase imperceptível, no final da faixa audível, a porta se abre, dando visão do que há dentro da sala. Batman e Átomo se deparam com um alienígena humanóide de pele verde sentado em uma cadeira, ligado a diversos fios conectados nos computadores que preenchem o local.

— Bem-vindos ao computador central, meu nome é J'onn J'onzz e minha mente controla os sistemas desta nave...

Oceano Atlântico — superfície

Flash descansa sobre uma ilhota em meio ao oceano. Ele olha para diversos robôs ao redor, alguns derrubados na ilhota, outros sobrevoando o mar, procurando pontos para perfurar.

— Droga, vocês nunca desistem? Mas o que é isso...? — diz Flash, olhando para o céu. As nuvens começam a se afunilar, subindo em direção à exosfera — Hum... então é isso que vocês querem...

No fundo do mar, Aquaman continua combatendo algumas perfuratrizes. Ele se vê cercado contra um rochedo submerso, diversas máquinas avançando em sua direção. Orin recita algumas palavras e atinge uma das perfuratrizes de perto com um raio mágico, que atinge uma fissura sob um dos braços de apoio, fazendo-a explodir. Aquaman percebe a pequena falha de construção dos robôs e começa a atacá-los, vendo as fissuras com seus olhos capazes de vislumbrar as profundezas marinhas.

— Preparem-se para a fúria de Poseidon!


Continua!


:: Notas do Autor

(*) Na edição anterior. voltar ao texto

(**) Em Ultimate LJA # 04. voltar ao texto

(***) Traduzido do idioma daxamita. voltar ao texto




 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.