hyperfan  
 

Ultimate Liga da Justiça # 22

Por Igor Appolinário

Deus Mate a Rainha — Parte III
Morte à Monarquia!

Belfast — Ulster (Irlanda do Norte)

— Atrás de você, Flash! — grita Super-Homem, carregando uma senhora para longe de um prédio em chamas.

Flash corre para o outro lado e tira duas crianças de baixo de uma marquise que se despedaça. Por todo o entorno da Howard May Street, os dois heróis tiram pessoas do risco iminente causado pelas diversas explosões simultâneas que acabaram de ocorrer. (*)

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Ultimate Liga da Justiça
:: Outros Títulos

Nova ONU — Suíça

Usando o Tridente de Poseidon, Aquaman mantém um firme escudo mágico separando os representantes dos países na ONU do conflito entre o Lanterna Verde e o Capitão América. Enquanto isso, Mulher-Maravilha voa entre os dois, tentando apartar a contenda.

— Parem com isso! — grita Diana de Themyscira, usando seus braceletes para defletir pequenos projéteis esmeraldas que partem em direção ao Capitão América.

— Saia do caminho, Diana! — diz Jordan, criando uma grande garra esmeralda que prende a Mulher-Maravilha.

Lanterna Verde e Capitão América continuam a trocar golpes e insultos. Pouco a pouco, o saguão da Nova ONU vai sendo destruído, porém em certo ponto o som dos televisores, conectados aos maiores noticiários do planeta, chama a atenção de todos.

"Notícias urgentes de Belfast, capital da Irlanda do Norte. Nossos repórteres informam uma onda massiva de ataques no dia da visita da rainha..."

"... o serviço secreto britânico não está autorizado a divulgar nenhuma informação a respeito do ocorrido..."

"... fontes seguras dizem que a vida da monarca britânica está em risco, e nenhuma imagem da agitação do local pôde ser conseguida até o momento..."

"... o caos toma as ruas de Belfast e ninguém consegue se aproximar da Howard May Street..."

Steve Rogers e Kyle Allan Jordan param imediatamente o combate e olham atônitos para os monitores. Diana e Orin, ainda protegendo os representantes, têm a mesma reação.

— Algo tão sério acontecendo no nosso planeta, e nós aqui discutindo frivolidades. — conclui Armando Salles de Moraes, o secretário-geral da Nova ONU.

Galpão abandonado — Belfast

Morram!!!

O grande monstro amorfo balança diversos tentáculos elásticos contra Batman, Átomo e Caçador Marciano. Bruce arremessa quase todo seu arsenal de batarangues contra a criatura, mas nada consegue pará-la. J'onn se afasta do confronto e usa seus poderes telepáticos, sondando a mente fragmentada do monstro.

"O que é você?"

"Saia da minha cabeça!"

"Responda! O que é você!"

"Eu sou o líder! A mente por trás da morte da rainha! O gênio que libertará o povo irlandês!!"

"Rainha?" — J'onn sente a mente do monstro como frios tentáculos em volta de sua própria consciência. Em uma explosão, ele vê diversas imagens da rainha da Inglaterra, da comitiva em Belfast e dos dois agentes do I.R.A., ambos com as mesmas habilidades transmorfas adquiridas com auxílio dos produtos químicos roubados.

Batman lança um batarangue explosivo contra o monstro. A onda concussiva abala a estrutura instável, deixando-o momentaneamente inerte e cortando a ligação telepática. J'onn, caído no chão pelo embate psíquico, se levanta e olha para o céu noturno nublado por uma janela suja. Em um segundo ele alça vôo, saindo do galpão.

— J'onn!!! — grita Átomo, retornando ao seu tamanho normal.

"Isso é apenas uma distração!" — responde o Caçador Marciano, já distante do campo de batalha — "Eles pretendem algo ainda mais terrível que esta monstruosidade."

— Átomo! — grita Batman, lançando uma corda em torno de uma pilastra de sustentação — Me ajude aqui!

Howard May Street — Belfast

— Aaaahhhh!!!!

A rainha Elizabeth II se protege como pode no assento traseiro de seu Rolls-Royce conversível. Jason Walsh, capanga do I.R.A., avança sobre a monarca em uma imensa forma distorcida por seus novos poderes elásticos. Enquanto isso, o serviço secreto se desvencilha das pessoas desesperadas ao redor e começa a atirar na monstruosidade, que nem se importa com o impacto dos projéteis.

Porém, acompanhado de um tufão escarlate, um soco é desferido no monstro, que é lançado alguns metros à frente.

— Majestade, corra naquela direção.

— Obrigada, agente 009.

A rainha corre para um corredor formado pela polícia e Flash vai de encontro a Jason, que se recupera do impacto e toma uma forma polvóide de muitos metros de altura. Do alto, Super-Homem usa sua visão de calor contra a criatura, criando lacerações imensas em sua carcaça. Porém, rápido como foram abertas, as feridas se fecham como plástico derretido se fundindo. Neste instante, J'onn chega à rua do combate e observa a nova monstruosidade plástica.

Átomo agarra a corda que agora envolve a pilastra do galpão e, aliado a Batman, aumenta progressivamente sua massa, forçando o pequeno aparelho em seu cinturão a trabalhar com agilidade.

CRACK!!!

A pilastra cede e parte do telhado vem abaixo, soterrando a grande criatura elástica. Batman se aproxima com cautela da pilha de entulho e retira uma grande telha, vislumbrando boa parte de um tentáculo esmagado.

Quando tenta tocá-lo, o membro destruído se contorce alucinadamente, transformando-se lentamente em uma poça de material plástico. Aos olhos espantados de Átomo, um rio de plástico começa a escorrer dos entulhos, o chefe monstruoso se desfazendo no nada.

— Isso é... inacreditável — diz Átomo, tocando levemente uma parte da poça — A instabilidade do material químico, pelo menos nas quantidades absurdas que esse homem consumiu, deve ter desestabilizado todo o organismo e, devido à agitação da luta, culminou nessa grotesca desintegração.

Patrick O'Brien observa ao longe a Liga da Justiça enfrentar seu parceiro Jason em uma luta feroz. A cada ataque dos justiceiros, o monstro elástico assume uma nova forma, sendo praticamente imbatível.

J'onn pára um segundo com seu ataque e observa ao redor, sentindo uma presença muito parecida com a do monstro plástico, porém recoberta de medo e dúvida. Ao olhar para um beco, vê o rosto assustado de Patrick e invade sua mente, buscando o porquê de tal ligação.

"Você o conhece?" — pergunta sutilmente J'onn à mente de O'Brien.

"Sim, ele é meu... parceiro."

"E como você se encaixa nisso, meu jovem?"

"Eu.... eu quero vingança. Eles mataram meu pai e o I.R.A. me abrigou e treinou. Eles nunca deixaram que nada me faltasse e me abriram os olhos contra os ingleses."

"Mas você acredita mesmo no que eles professam? Você acha que seu pai, que era um homem justo e sábio, concordaria com isso?"

"Eu... não... ele não concordaria."

Patrick levanta o olhar para a batalha logo à frente e vê J'onn flutuando pouco acima. Ele sai do beco e se lança contra Jason, assumindo momentaneamente a forma de um grande trevo de quatro folhas.

Os membros do conselho de segurança da ONU se reúnem quietamente nas bancadas da sala de reuniões. Em um grande telão, eles observam a batalha da Liga contra Jason, aterrorizados.

No pódio principal, Diana de Themyscira, a Mulher-Maravilha, observa os rostos dos homens e mulheres presentes.

— Vocês vêem? Se a Liga da Justiça não estivesse aqui, se nós não existíssemos, a rainha da Inglaterra ainda estaria bem? Sã e salva? — diz ela, calma, porém firme, sem receber nenhuma resposta das bancadas silenciosas. Todas as faces preocupadas voltadas para seu semblante sério — Nós somos, antes de tudo, uma força de paz. A cada dia que nos reunimos, os deuses nos abençoam com o prazer e satisfação da vitória, mas não em nosso favor, em favor de vocês, pessoas comuns que estão sujeitas às maldades de déspotas e tiranos. Após o dia de hoje, fica mais do que provado que a Liga da Justiça está aqui para evitar que vocês entrem em guerra tão facilmente, que uma pequena fagulha incendeie o mundo inteiro.

Relutantemente, os membros do conselho se entreolham e concordam com as palavras da justiceira. Aliviada, Diana desce do palanque e se põe ao lado de Orin, vendo o resultado do conflito.

Pare com isso!!! — grita Jason, contorcendo-se em diversas formas tentando se livrar do ataque de Patrick.

— Não, Jason! Você é que tem que parar! Você está ameaçado a vida de pessoas inocentes aqui. Veja, você está ferindo o nosso próprio povo, você falhou!!

Não!!!

Jason desenvolve uma forma espinhosa, que expulsa momentaneamente Patrick. O jovem assume uma forma globosa que envolve o parceiro e vai lentamente se encolhendo. Jason se debate, mas é lentamente esmagado, gastando o pouco ar dentro da bolha e ficando pouco a pouco sem sentidos.

Super-Homem aproveita a chance e, usando sua visão de calor, vulcaniza Jason em sua forma quase humana. Patrick se desvencilha do seu antigo parceiro e cai exausto no chão. Flash se aproxima e o ajuda a se levantar.

— Qual o seu nome, rapaz?

— Patrick, senhor. Patrick O'Brien, mas meus amigos me chamam de "Eel", "enguia" sabe, sempre fui muito magrelão.

— E escorregadio, garoto! — diz Super-Homem, se aproximando com J'onn — Meu parceiro disse que você é comparsa deste monstro, e pela demonstração de habilidade é inegável que vocês têm algo em comum.

— Eu... eu não queria fazer mal a ninguém, senhor. O chefe disse que Jason cuidaria de tudo, o que quer que fosse, eu só deveria plantar os pacotes e sair do caminho...

— Ainda assim, — diz Flash, entre dentes — você é cúmplice do quase-assassinato da rainha da Inglaterra!

"Ninguém morreu, Flash." — diz J'onn, telepaticamente, encarando as profundezas do olhar de Eel O'Brien — "E nós somos a melhor chance que este garoto tem de fazer algo de bom pelos outros." — e,dirigindo-se a O'Brien, fala — Como membro-fundador da Liga da Justiça, eu o convido oficialmente para fazer parte do nosso grupo. Seus talentos serão de grande auxílio para proteger este planeta.

Super-Homem e Flash olham atônitos para J'onn e o garoto, que apertam as mãos efusivamente.

Epílogo 1: arena de treinamento — Omolu

CRASH!! POW! BANG!

Diversos obstáculos são derrubados por membros elásticos, que os atingem com grande agilidade. Patrick passa pela pequena pista de obstáculos montada na área de treinamento com destreza e sorri a cada obstáculo resolvido. Entre uma trave e outra, ele modifica seu corpo, assemelhando-se a um grande palhaço-na-caixa, fazendo a grande cabeça sobre a mola bater contra uma parede, quebrando-a.

— Eu não acho que isso vá melhorar nossa situação com os líderes mundiais, Kal-El. — diz Batman, observando junto a Super-Homem e J'onn o treinamento do novato.

"Posso ter sido precipitado, mas não podemos deixar um jovem tão talentoso sem nenhuma orientação."

— Eu entendo, J'onn. — diz Super-Homem, olhando atentamente para a pista de obstáculos — Mas você sabe que estamos comprando uma briga com o mundo.

Epílogo 2: conselho de segurança da Nova ONU — Suíça

— Vocês pensam que estão acima da Lei?! — grita o primeiro-ministro britânico no palanque da ONU — Aquele criminoso tem que pagar por ajudar um atentado contra a vida de um chefe de estado!!!

— Os Estados Unidos concordam plenamente com o sr. primeiro-ministro — diz o secretário de segurança dos EUA — Por mais de uma vez, a assim chamada Liga da Justiça quebrou regras internacionais e invadiu territórios soberanos, com a clara intenção de interferir em assuntos de ordem nacional. Permitir a entrada de um terrorrista em sua linha de frente apenas demonstra as segundas intenções no mínimo malévolas deste bando!

Rei Orin assiste às bravatas dos membros fixos do conselho de segurança, sem qualquer argumentação em mente para mais uma vez defender o grupo contra o ódio dos líderes mundiais.

Epílogo 3: Oceano Pacífico

Um grande meteoro, semelhante a um dente canino gigantesco cravado no fundo do mar, começa a emitir uma leve radiação púrpura. Há semanas dentro do oceano, (**) pouca ou nenhuma atividade tinha sido observada neste corpo celeste inerte.

ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZTTTTTTTTTTTTTTT!!

Um zumbido supersônico atravessa as águas profundas e geladas e atinge a estrutura. Um leve tremor abala o meteoro, que lentamente vai se rachando e, por baixo de sua crosta rochosa, revela uma naveta. Pouco a pouco, luzes vão se acendendo no interior da nave, que emite um silvo abafado pelas águas e abre uma pequena porta, de onde vultos saem e partem em direção à superfície.


:: Notas do Autor

(*) Na edição anterior. voltar ao texto

(**) Como visto em Ultimate LJA #16. voltar ao texto




 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.