hyperfan  
 

Super-Homem # 02

Por Josa Jr.

"Posso ter sido concebido nos confins das estrelas, mas só nasci realmente quando o foguete foi aberto na Terra (...) Eu fui gerado em Krypton, mas a Terra me fez o que hoje sou. Krypton me concebeu como um super-homem, mas foi a Terra que me fez humano"
(Super-Homem, em The Man of Steel #6 — por John Byrne)

Estranhos Visitantes
(para John Byrne, por salvar Lois Lane das más histórias)

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Super-Homem
::
Outros Títulos

"Admita.

Talvez você nunca tenha brincado de cavaleiro Jedi, carregando um sabre de luz.

Talvez você nunca tenha se imaginado numa partida de beisebol, fingindo ser Babe Ruth.

Talvez você não tenha andado por aí com uma tampa de lixo dizendo ser o Capitão América.

Mas você tem que admitir, não adianta negar...

Você já se viu nos céus, com um pedaço de trapo nas costas, usando o nome Super-Homem (ou qualquer Super-Algo). Salvando vidas, lutando contra um vilão malvado ou ajudando as pessoas.

Você quis ser como ele, mas ninguém é como ele. E ninguém o conhece como eu. Meu nome é Lois Lane. Talvez eu seja a única pessoa na Terra que não imaginou ser o Super-Homem, mas se imaginou a namorada do Super-Homem."

— Ei, o que aconteceu com a mulher do Homem de Aço?

— Clark, Clark... Não provoque.

"Não sei se rio ou se bato nele. Quer dizer, bater não adiantaria muito contra um homem invulnerável. Clark parece uma criança ao ver a mãe chegar de viagem. Foi mais ou menos isso que aconteceu. Mas no lugar de 'mãe' coloque 'melhor amiga'. Ou 'rival'... Ou 'esposa furiosa'.

Hmmm... então me rever não deveria ser um motivo de muita alegria. Mas ele está feliz!

Clark deveria estar me odiando por eu ter ido para Wakanda daquele jeito, mas está eufórico*. Pela décima vez no café da manhã, ele me pede para contar como foi a viagem."

— Clark... você sabe muito bem porque saí da cidade. Precisava de um tempo para pensar em minha... em nossa vida. Passei alguns dias fora, trabalhando como correspondente internacional... ganhei muita experiência, o que será ótimo para o meu currículo. E você, o que fez nesse período?

— Hã... eu enfrentei o Mxyzptlk com a ajuda da Mulher-Hulk**. Acho que só.

— No final das contas, parece que pouca coisa mudou.

"Toda sua empolgação desaparece e ele volta a beber o chá que esquentou com sua visão de calor. Não devia ter falado assim. Pobre Clark... eu sempre fui mais independente. Parece que esse mês que passei fora o afetou mais que a mim. Só faltava essa: três vulnerabilidades — kryptonita, magia e uma mulher. Achei que isso era uma característica apenas do Superboy."

— Desculpa, Clark. Mas eu precisava saber se daria certo um romance em que meu par está com suas atenções voltadas... vejamos... 50% para mim e 50% para o resto do mundo. E eu acho que... Clark? Clark!

— Desculpe, Lois. Eu estou ouvindo um ruído estranho... parece alguém em alta velocidade. Me lembra o Flash se aproximando, mas é diferente. Como se não tivesse batimento cardíaco.

— Clark!

— Eeeei! Não grita quando estou usando super-audição... me desculpe, vou te dar toda atenção do mundo dessa vez.

— Sabe qual o outro problema? É que a gente sempre é interrompido pelos amigos e inimigos do Super-Homem.

— Isso nem acontece muito...

— Ah é? Então peça para o Erradicador voltar mais tarde.

— Que Erradicad... essa não!

"Diferente de suas últimas aparições, ele não está vestido com o traje azul e a capa vermelha. São vestes kryptonianas! Isso pode ser perigoso. O Erradicador se aproxima em poucos instantes e entra pela janela de Clark. Sem abrí-la, obviamente. O intrometido começa a falar numa língua estranha. Com certeza, kryptonês.

— <<ŒoKal-Elo una-se a Kryptono>>***

— Droga! Quando você vai parar com isso? Achei que já tinha desistido dessa idéia!

— << Jamais. Tentei  mas foi impØssível¤ O homem que antes comandava  este corpo desapareceu perante gloria de Krypton Longa vida a Kryptono>>

— Entendeu, Clark?

— Lois...

— <<¤Fascinante. o Notei que a mulher  terráquea-setor-2814 é barreira para recriação da casa ¤ EL. Calcular probabilidade. ¤ Evidente. Todos os terráqueos próximos a Kal-El devem ser eliminados pela restauração de Krypton o>>

"Antes que eu possa perguntar a Clark porque Erradicador está me olhando tão estranhamente, o maluco me segura e sai voando pelos céus de Metrópolis. Eu nem grito... já cansei de ser seqüestrada por esses caras. Algum tempo depois, o Super-Homem já está perseguindo o vilão. Espero que Clark esteja usando a super-audição e me ouça."

— Kal... hã... Super, agora você entendeu o que quis dizer né?

— Silêncio, terráquea. Sua morte está bem próxima.

— Ah, você fala minha língua? Para onde está me levando?

— Seu destino final. Darei cabo da sua vida e tornarei Kal-El novamente um homem de Krypton.

— Quando você vai parar com esse negócio? Ter sido concebido em Krypton foi um mero acidente na vida de Clark! Ele nunca será um kryptoniano de verdade! Ele é um homem da Terra!

— Ele sequer é um "homem".

— O corpo é kryptoniano, mas dentro há uma alma humana. E se quer saber, ele deve ter herdado isso do pai dele: Jor-El.

— Ilógico. Ilógico.

— O pai dele enviou Clark para cá! O pai dele renegou todos os seus queridos costumes para salvar o próprio filho! Admita: é mais fácil convencer um idiota qualquer lá embaixo do que ao Super-Homem. Ele é a melhor pessoa que conheci na vida, não um cara sem emoções.

— Seu amado é um kryptoniano.

"Enfio um tapa na cara deformada dele. Ele vira o rosto com ódio e começa a brilhar. Fecho meus olhos, aguardo algum raio mortal... ou outra coisa que fará contra mim. Ainda estávamos em movimento nesta hora, mas de repente, o Erradicador pára. Achei que ele tinha desistido de me matar. Mas..."

— Você continua sendo inútil. <<o Calcular ¤probabilidade>> Mas obrigado pela informação.

— Que informaaaaaaaaaaaaaaaAAA....

"O idiota me solta e começo a despencar. Devo ser a única pessoa da Terra que não se assusta mais com essa situação. Clark logo aparece e delicadamente me leva para o topo do prédio do SGT."

— Volto já. — Olhando para o alto, ele vê seu inimigo flutuando sobre nós. A expressão sem emoções continua. O Erradicador desce e nos encara.

— <<¤ Desisti, Kal-El. Você é uma vergonha para Krypton¤. Seria mais fácil convencer qualquer um desses malditos terráqueos que você.o>>

— <<Desistiu de sua loucura? Para onde você vai agora?>>

— <<N㤠desisti da minha missãoo.>>

"Pelo que sei, o Erradicador é praticamente todo feito de energia. Por isso, pode desaparecer quase instantaneamente. Clark ainda pensa em correr atrás dele mas eu seguro sua capa e ele deixa pra lá. Que milagre!"

— Eu escutei a conversa com o Erradicador... não imaginava que era a "melhor pessoa que conheci na vida". Quem diria, hein? Logo o caipira de Pequenópolis.

— Calaboca... isso não era... para você ouvir... ah, esquece! Me abraça.

"Nos abraçamos e beijamos. Acho que realmente exagerei com Clark. Fui uma insensível, pra variar. Argh! Também noto que é a segunda vez que acontece algo romântico e dramático assim com a gente — no mesmo dia! É melhor darmos um rumo decente pro nosso casamento, ou ele vai se tornar uma dessas horríveis novelas que a Cat Grant adora comentar nos programas de fofoca do SGT. E por falar em fofocas do SGT... algo inesperado acontece. E que nunca deveria ter acontecido."

— Isso mesmo, telespectadores! Super-Homem e Lois Lane são o mais novo casal de Metrópolis. Depois de muito tempo, mesmo casada com Clark Kent, a conceituada jornalista finalmente fez jus a fama de "namorada do Super-Homem". Confira essas imagens exclusivas do seu programa favorito: Gente que é Notícia!

— O que? — Um repórter do SGT percebeu a bagunça aqui em cima e subiu com uma câmera. A cidade inteira deve estar vendo isso. Que burrice a nossa! — Clark se desculpa falando bem baixo em meu ouvido.
— vamos ter que resolver isso... não quis estragar o momento novamente e me distraí por alguns segundos... não ouvi esse pessoal subindo.

"Aí noto que Clark não deveria se desculpar. A culpa é toda minha."

A seguir: Começa a saga A Namorada do Super-Homem! Até agora Lex Luthor não havia aparecido em nossas histórias. Como reagirá o inimigo do Super-Homem diante destas surpreendentes notícias? E como reagirá o público?

:: Notas do Autor

* Última edição
** Saiba mais lendo Mulher-Hulk
*** Traduzido do Kryptonês



 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.