hyperfan  
 

Justiça Jovem # 04

Por Josa Jr.

Na edição anterior: Unindo suas forças, Robin, Superboy, Mary Marvel, Impulso e Garota-Maravilha conseguem vencer Mesmero e o Capitão Marvel hipnotizado. Após a batalha, Super-Homem e o resto da LJA sugerem que eles formem uma equipe, batizada de Justiça Jovem. Porém Superboy percebe algo importantíssimo — tem mais homem que mulher na equipe!

A Terceira Mina! Pá!

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
::
Próxima Edição
:: Voltar a Justiça Jovem
::
Outros Títulos

Segunda-Feira
Garota-Maravilha


Eu, minha mãe e a Mulher-Maravilha nos reunimos para explicar toda a minha história... do encontro com Zeus até que eu ganhasse poderes. Incrível como é bem mais fácil lidar com Diana do que com minha própria mãe. É, Cassie... você pode ter se tornado uma heroína, mas em casa pouca coisa mudou. Inclusive minha mãe pode dizer ou não se uso os poderes. Zeus foi esperto em não arranjar confusão com ela.

À tarde, Impulso me ligou. Preferia que fosse o Superboy, mas fazer o quê? Ele me avisou que a Liga apresentaria oficialmente a Justiça Jovem à imprensa no sábado à tarde. Até lá, poderíamos tomar algumas decisões, como quem seria o líder, quem é a terceira menina... Esse Superboy... Imaginava algo diferente.

Devo ter confundido com o Super-Homem.

Mary Marvel

Superboy me ligou. Carinha chato. Se acha grande coisa só por causa daquela maldita telecinésia táctil. Ridículo... Deixa eu anotar na minha agenda: "Quinta-feira irão escolher a menina nova". Acho que vou lá só pra atrapalhar mesmo... Que sorte do Billy por estar na LJA. Lá todo mundo deve ser maduro o suficiente para não agir assim. O mais engraçado é que o Billy ficou com uma pontinha de inveja por não estar na Justiça Jovem... mas como íamos disfarçar?

Terça-Feira
Impulso


Superboy disse que a avaliação das meninas será na quinta-feira. Não sei porque ele realmente faz questão de mais uma mulher na equipe. Se a novata for como nossas duas colegas, não vai mudar nada... vão continuar dando fora nele e eu vou continuar achando elas beeeem sem graça. Sem contar que ouvi dizer que Robin tem uma namorada em Gotham. Acho que é Salteadora o nome dela. Ele não vai se interessar de jeito nenhum.

De qualquer forma, foi bom ter perguntado para minha amiga Cissie se ela não gostaria de participar do concurso para nova componente da JJ. Ela não demonstrou muito interesse, mas a mãe dela adorou. Acho que a coitada vai ser obrigada a ir...

Superboy

Será que ligo para a Mary de novo? Vou falar com Robin e propor uma reunião para amanhã. Ia ser divertido... achei que era um cara solitário, mas trabalhar com heróis da minha idade foi uma coisa legal. Sem contar que a Mary... será que eu ligo para Mary de novo?

Robin

Não sei se essa idéia de mais uma reunião é uma boa. Aí, mais uma vez, preciso deixar o Batman sozinho cuidando da cidade. Claro que ele é bem mais competente que eu, mas não podemos perder temp... Ei! No que estou pensando?? Desse jeito vou ficar igual ao Bruce! Ei! Porque estou com medo de ficar igual ao Bruce?? Desse jeito vou ficar igual ao Dick!

De qualquer forma, acho que vou pedir um teleportador para mim. Nem a fortuna dos Wayne vai conseguir pagar a gasolina de ir para o QG toda semana. Ainda bem que Superboy vem me pegar amanhã.

Quarta-Feira

A antiga Caverna da Justiça foi escolhida pelos membros da LJA atual como o local ideal para os jovens justiceiros se reunirem. Todo o material que a equipe original da Liga usou ainda está lá. Esta noite os membros da Justiça Jovem fazem sua primeira reunião.

Bart — ou Impulso — o primeiro a chegar, pegou o assento que era de seu avô, Barry Allen — o segundo Flash. A Garota-Maravilha toma o assento que pertencia a Hal Jordan, um dos heróis que ela mais admirou na vida. Mary Marvel se senta na cadeira do Caçador de Marte, um vigilante que seu irmão muito admira e que deve ser um grande herói, apesar de ela não o conhecer bem.

— Queria saber qual o motivo dessa reunião... minha mãe quase não me deixa sair pra vir aqui.

— Também não sei, Cassie. Acho que foi pretexto pro Superboy me ligar...

— Ele te ligou?? Droga, sempre quem me dá os recados é o Impulso.

Ei!

— Hã, desculpa, cara. Saiu sem querer...

— Tudo bem... hmpft.

— Mary, mesmo sem saber o motivo da reunião, fiquei feliz de estar aqui. Olha só! Estamos no local que antes a Liga da Justiça se reunia! É uma honra para mim sentar na cadeira do maior Lanterna de todos os tempos!

— Grande coisa. Tô sentando na cadeira do meu avô...

— Também me sentiria honrada se estivesse aí, Impulso...

— Santa frescura... sentir-se honrada por estar aonde um herói colocou o traseiro antes de você!

— Ih... chegou o Superboy...

— Oi, Maryzinha... trouxe o Robin também, usando sabe o quê? A minha telecinésia táctil.

Após lançar Robin na cadeira da Canário Negro, Superboy se senta na cadeira de Aquaman e pede a palavra.

— Hmmm... Robin está na cadeira da Canário... que tal uma nova identidade, querida??

— Muuuuuito engraçado, Superboy. E então? Podem me explicar o motivo da reunião?

— Eu falo, Mary. Bom... hoje falei com o Batman e ele acha legal que a gente conheça o QG antes de oficializarmos a equipe... e também acha bom que a gente escolha um líder.

— Ei, Impulso. Você vota em mim, tá? Eu que tive a idéia da terceira garota!

— Grande coisa... se ela for igual a essas aqui... pfff.

Ei!

Ei!

Ei! Não fala assim delas, pô! Elas são gatinhas e legais...

— Poxa, Super. Assim eu fico... — Cassie se alegra ao ouvir as palavras doces de outro de seus ídolos.

— ... especialmente a Mary, que é lindona.

— ...sem graça...

Enquanto Superboy, Impulso e uma decepcionada Garota-Maravilha continuam a jogar conversa fora, Robin e Mary tentam dar algum rumo para a reunião. A moça procura alguma caixa para ser usada como urna e Robin pega o papel de uma velha impressora para servir de cédula de votação. Ao perceberem o Menino-Prodígio com os papéis, os outros heróis se calam.

— Bom, gente, o voto é secreto. Não trapaceiem por favor. Hã... Impulso, eu percebi.

— Droga...

— Não esqueçam que eu sei contar e notarei mais de cinco papéis aqui. Podemos começar?

Por dois minutos, finalmente a antiga Sala da Justiça consegue ter paz outra vez. Ela só é interrompida quando a última pessoa a votar, a Garota-Maravilha, coloca sua cédula na urna. Robin abre a caixa e se prepara para contar os votos.

— Primeiro voto... Impulso.

— Ridículo, votou em si mesmo...

— Calaboca, SB.

— Segundo voto... Mary Marvel. Terceiro voto... Robin. Quarto voto... Robin. Quinto voto... Superboy.

— Ridículo, votou em si mesmo...

— Calaboca, Mary. Você também votou em si mesma.

— Não, eu votei no Robin.

— E ele em você... hmmm... sentiram um clima? Rob e Mary...

— Caramba! Chega, Superboy!

— Ei, peraí... então você não votou em mim, Cassie. Pensei que me achava um herói legal quando a gente se conheceu. — Cassie limpa os óculos e, sem olhar para Superboy, desabafa.

— Eu também... Mas devo ter te confundido com o Super-Homem.

— ...

— Hã... então eu sou o líder da Justiça Jovem por maioria de votos.

Quinta-Feira

Uma pequena multidão de meninas faz fila em frente à Caverna da Justiça. São algumas garotas tentando um cargo de membro da Justiça Jovem. Já foram avaliadas 12 garotas, onde seis delas têm idade para pertencer a uma equipe supostamente jovem, e apenas duas delas realmente ficavam bem de collant. O resto delas... bem, isso não as impediu de usar roupa justa e ser avaliadas. O desânimo é geral até que as últimas concorrentes chegam e mudam tudo. Robin e Cassie não puderam participar da avaliação, pois tinham aula no horário. Bem, Impulso também tinha.

— Ei, Super! Essa sua idéia me pareceu ridícula no começo, mas foi ótima! Essa menina com o uniforme de Ajax que apareceu aqui é linda. Vamos escolher essa! Não vai ser difícil com tanta mulher feia.

— Ah, esquece, Bart... perdi a vontade de estar aqui. Aquele negócio ontem com a Garota-Maravilha... poxa, fiquei triste.

— Sério? Que milagre... será que assim você deixa de me azarar?

— Mary, vai pra...

— Ei, minha amiga chegou!

— Que amiga, Bart. Apresenta? Apresenta?

— Ah, ele voltou ao normal...

Uma jovem loira, segurando um arco e carregando uma aljava nas costas entra na sala. Sua máscara vermelha pode esconder sua identidade, mas não sua beleza. Esta porém ainda não é a característica que mais chama a atenção e sim, a seriedade com que ela se apresenta.

— Ei, Flechete! Que bom que aceitou meu convite!!

— Minha mãe me obrigou... Bom dia, amigos. Meu codinome é Flechete, tenho 14 anos e não tenho habilidades super-humanas, mas acredito que minhas habilidades em arco e flecha possam me dar uma chance na sua equipe. A Liga da Justiça quase sempre abrigou um arqueiro em suas fileiras... acho que vocês podem fazer o mesmo. Obrigado e até mais.

Quando a menina deixa a sala, todos ainda estão admirados com as atitudes dela, e os comentários se seguem.

— Incrível, Super. Tenho que concordar com Bart... sua idéia era ridícula, mas acabamos de assistir uma excelente aquisição para a equipe.

— Em todos os sentidos, Mary. Essa loira é gatíssima... porque nunca falou dela, Bart?

— Pra eu passar vergonha?

— Heheehehehe... boa, Bart. Agora só falta uma... pode entrar!

— Ei! Vocês viram o codinome dessa próxima?

Uma garota verde, com uniforme roxo entra na sala. Por mais que todas as participantes tenham se esforçado, nenhuma delas se compararia a essa em termos de beleza e sensualidade. O sorriso se abre e a voz grave demonstra extrema simpatia. Superboy e Impulso, paralisados por presença tão maravilhosa, se calam e, boquiabertos, apenas escutam.

— E aí, galera? Não cumprimentam, não?

— Q-q-quem é v-você?

— Eu sou a Menina-Hulk! Ganhei poderes graças a um acidente com uma bomba gama e tenho superforça. Não sei se sou tão forte quanto Mary, mas saiba que te admiro muito.

— Puxa, obrigado.

— Bom, espero que tenham gostado de mim. Não sou muito de ficar me descrevendo para os outros. Té, pessoal! Tchau, Super e Impulso... vocês são umas gracinhas.

A menina, que realmente aparenta ser uma versão adolescente da Mulher-Hulk se retira e os dois heróis ainda se recuperam de tamanho choque. Mary Marvel se encarrega de iniciar a discussão e adiantar logo a decisão de quem será a nova componente da equipe.

— Bom, gente. A parada está difícil... especialmente por conta dessas duas últimas. Quem vocês gostaram mais?

— Menina-Hulk! Menina-Hulk! Menina-Hulk! Menina-Hulk!

— Meninahulkmeninahulkmeninahulkmeninahulkmeninahulkmeninahulkmeninahulk!!

— Bom... então temos uma vencedora. Avisem Robin e Garota-Maravilha. Preciso voltar para casa... tchau, tchau!

Assim que Mary deixa a caverna, os dois heróis comentam os atributos físicos avantajados da vencedora da avaliação. Por se tratar de uma conversa extremamente machista e desagradável para nossas leitoras (existem?), não convém ser mostrada aqui.

À noite, Robin e Garota-Maravilha são avisados da decisão da equipe avaliadora e concordam com ela. Um pouco depois, Superboy e Impulso se ofereceram para avisar pessoalmente a Menina-Hulk, no endereço que ela deixou com eles. Os dois não estranham o fato de ela morar num barraco próximo à caverna da Liga.

Sexta-Feira.

A pedido de Robin, a Justiça Jovem se reúnem mais uma vez esta noite para que ele e Cassie possam conhecer sua nova colega de equipe. Superboy e Impulso, obviamente, aceitaram a idéia sem qualquer problema. Mary Marvel avisou que sua família adotiva ia sair e ela não poderia faltar ao compromisso.

Finalmente, os passos da Menina-Hulk podem ser ouvidos e a Justiça Jovem se levanta para dar as boas-vindas. Inesperadamente, a novata vem acompanhada de cinco outros uniformizados. Dentre eles, apenas um não é desconhecido dos demais.

— Hã... Bucky? Você não tinha morrido?

— Calado, Menino-Prodígio! Nós estamos aqui para dar um fim na farsa da Justiça Jovem!

— Menina-Hulk? Quem são eles?

— Robin, não sei se você notou, mas eles parecem versões jovens dos...

— Eu notei, Cassie.

— Pobres mortais, vós tremereis diante de nossa ira! Assim diz o filhinho de Odin!

— "Tremereis"?

— Queres entrar numa peleja, não? Aguardamos apenas teu sinal, jovem Bucky!

— Não precisam mais esperar... AVANTE VINGANÇA JUVENIL!

A seguir: A Justiça Jovem combate os membros da Vingança Juvenil! (Putz! Como é que eu consigo criar algo assim?)

:: Notas do Autor



 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.