hyperfan  
 

Justiça Jovem # 11

Por Josa Jr.

O Primeiro Filho Adotivo de Krypton

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Justiça Jovem
::
Outros Títulos

Cassie

"Grande! Duas semanas presa em casa porque sumi por dois míseros dias(*). Parece até que eu tava querendo isso. Graças a essa maldita viagem ao espaço, não pude ver a volta dos deuses gregos(**)! E onde ela foi acontecer? Claro! Logo na minha cidade, onde não acontecia nada até uns meses atrás. Murphy explica."

"Precisei ficar de cama uns dias, mas estou bem, apesar do castigo. E o Superboy nem para se preocupar comigo. Só o Robin e a Mary que me ligaram pra perguntar se eu estava bem depois do ataque do Lorde Mangá(*). Fala sério, Cassandra! Ele nunca vai ligar pra você. É melhor partir pra outra."

"Mas, quem?"

Bart

"SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCa
ssie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?Seráqueeufalocom
aCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?Seráqueeufalo
comaCa..."

"Fala sério, Bart. Ela gosta do Superboy. Se bem que..."

"SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCa
ssie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?SeráqueeufalocomaCassie?Seráqueeufalocom
aCassie?SeráqueeufalocomaCassie?"

Superboy

— Quer dizer que você não se importa?

— Claro que não, Superboy. Os membros da LJA tendem a me ver como líder, mas sinceramente não é algo que eu faça tanta questão. Acho, por exemplo, que J'onn é muito mais indicado, já que esteve em todas as formações da Liga.

— Então por que será que te escolheram?

— Não sei, talvez porque fui o primeiro herói a surgir. Talvez porque achem que sou o mais poderoso.

— Podia ser o "S" no peito. É que... as pessoas esperam isso de alguém que um dia pode substituir o Super-Homem — que eu seja líder.

— Não se preocupe com esse tipo de coisa. Melhor para você não ser líder. Assim não precisa interagir muito com o Besouro e o Gladiador, por exemplo.

— Vendo por este ângulo...

Os heróis descem no Parque Centenário, em Metrópolis, e caminham até o Mausoléu do Super-Homem. O Homem de Aço coloca as mãos nos ombros de Superboy, para dar-lhe apoio.

— Você está se saindo bem. Mas o que o trouxe aqui?

— Eu estive em Krypton esses dias...

— O quê?

— Nas proximidades de Krypton. Foi esquisito! Eu passei a delirar, tive visões de bancos de clones, erradicadores, e do cientista Jor-El. Acho que era apenas delírio, mas foi muito real... e você é a única pessoa que eu posso conversar sobre isso. Eu sei que não sou kryptoniano. Talvez não seja nem um terráqueo, se analisarmos bem, mas, de certa forma, me senti orgulhoso da sua herança.

— Nossa herança — diz o Homem de Aço, sorrindo e piscando o olho esquerdo.

Azul & Dourado

— Sabe, Ted. Eu tive uma idéia.

— Prefiro não saber...

— É sério! Eu acho que a gente tem que procurar o G'nort.

— Mas G'nort não está morto?

— Não sei, mas acho que deveríamos tentar achá-lo. Vamos reunir a equipe, mas teremos que falar com a mãe da Garota-Maravilha, que a proibiu de bancar a heroína.

— Isso vai dar errado...

— O que está esperando? Para o Besouromóvel, Robin! Vamos para Gateway City!

— Muito engraçado.

Superboy

— Talvez você se sinta melhor com uma idéia que acabo de ter.

— Qual?

— De certa forma, você é um membro da família El. Acho que, por salvar o planeta Krypton — bem, o que sobrou dele — e por todo o bem que fez pela Terra, você merece fazer parte da família kryptoniana. Sem contar que você nunca teve um nome de verdade...

— E o que você sugere?

— Vejamos... Que tal Kon? Kon-El.

— Kon-El? Legal! Mal posso esperar pra contar pro pessoal!

Em meio à empolgação de Superboy, Kal-El não percebe a chegada de uma equipe de reportagem do SGT, tentando obter uma entrevista exclusiva com os heróis de aço.

— Ângela Chen, para o SGT. Estamos aqui direto do Parque Centenário, onde os líderes da Liga da Justiça e da Justiça Jovem se reunem... hã... por algum motivo.

— Hã... líder?

— É o "S", Kon...

Azul & Dourado

— Pronto, Mike. Chegamos em Gateway. Onde a menina mora?

— Eu não sei, você sabe?

— OK, já chega! Vamos procurar numa lista telefônica. Qual o sobrenome da menina?

— Hã... Olha! O Tio Pança!

— Você mudou o assunto descaradamente, mas estou com fome. Vamos comer.

A nave do Besouro desce ao lado da lanchonete. Dentro do prédio, os clientes se amontoam nas janelas, tentando saber o que se passa lá fora. Em uma mesa do fundo, uma mulher continua a comer seu sanduíche. Acostumada a esse tipo de situação, Jennifer Walters(***) sabe que Besouro e Gladiador atraem problemas, por isso tenta não chamar atenção. As garçonetes da lanchonete parecem excitadas com a presença dos dois heróis, o que coloca um sorriso no rosto de ambos. Até que as moças falam.

— Vejam! São o Besouro Azul e o Gladiador Dourado, os heróis gays da Liga! Eles vieram comer na nossa lanchonete!

— Acho que a gente precisa de umas namoradas, Ted.

— Bons tempos em que a Fogo e a Gelo andavam com a gente...

— Espere! Tenho uma idéia!

— Oh-oh...

— Oi, Mulher-Hulk! Vem aqui dar um beijão no seu namorado!

— Hã? Ah, não... Peraí! Outra edição de casamento?

Cissie

"Deu para notar nos olhos da Garota-Maravilha um misto de surpresa e decepção quando sua mãe anunciou que alguém da JJ viera visitá-la. Ela me viu entrando e, claramente, percebi que achava que fosse o safado do Superboy. Ao mesmo tempo, eu a surpreendi, porque não somos muito próximas. Cassie está sem sua peruca e aqueles óculos horríveis que usa para se disfarçar. Desse jeito, fica bem mais bonita."

— Surpresa?

— Um pouco. A gente não se fala muito, mas estou feliz que tenha aparecido.

— Na verdade, minha mãe queria que eu viesse para você tirar umas fotos pro "site oficial da Flechete". Mas eu achei isso meio insensível.

"Não consigo deixar de pensar nesse lance da Cassie com o Superboy, ainda mais quando vejo um pôster dele pregado na porta. Talvez se eu contar sobre Impulso, ela sofra menos e tente partir pra outra. De tão concentrada em meus pensamentos, me esqueço completamente de Cassie e não noto que estava olhando para o cartaz há mais de um minuto."

— Ei, você gosta do Superboy? Tá olhando o meu pôster há um tempão!

— Ele é um bom companheiro de equipe, mas não gosto do jeito galinha dele.

— Eu gosto... gostava dele, mas... ele é meio assim mesmo...

— É, eu notei que você gostava dele.

— Hã? Dá pra notar? Que vergonha! Eu vou me matar!

— Calma, Cassie! Isso é normal, todo mundo sabe...

— Todo mundo sabe?? Corta meus pulsos, por favor!

— Não! Todo mundo sabe que nessa idade é normal se apaixonar... e acho que ninguém notou. — "Eu vou queimar no inferno por mentir tanto!" — Eu que sou boa pra isso.

— É mesmo? Então me conta alguma coisa aí.

— Hã...

— Anda!

— Bom, eu sei de alguém que tá gostando de você...

— O quê? Quem? Fala, fala!

— Cassie, mais uma visita!

— Argh! Quem, mãe?

— OiCassiesoueuImpulsoeutrouxeumasfloresparavoceee... Oi, Cissie.

— Oi, Bart.

"Pelo menos, acho que agora tudo se tornou óbvio para ela."

Dia seguinte. Caverna da Justiça.

É hora de mais uma reunião da Justiça Jovem. Conforme combinado pelas duas, a Garota-Maravilha e Flechete chegam um pouco mais cedo, para conversar sobre o dia anterior.

— O que você vai fazer, Cassie?

— Sei lá, Cissie... você viu como ele me elogiou sem a peruca? Ele ficou doido!

— Ele tá apaixonado... hihihihihi... mas eu também acho que você fica melhor sem disfarce.

— Quer saber? Eu também! — Cassie joga a peruca negra em um canto da caverna, surpreendendo o Menino de Aço, que acaba de chegar.

— Uau! Garota-Maravilha? Que gata!

— Oi, Superboy... — Cassie responde friamente.

— Ah! Agora pode me chamar de Kon-El. — Superboy aponta o polegar para si mesmo, orgulhoso da novidade. — É meu nome kryptoniano. O Super-Homem me batizou.

— Parece que hoje é o dia de mudanças.

— É... — diz Cassie, pensando no que mais poderia ser mudado.

Antes que alguém possa falar mais alguma coisa, Robin chega pelo teleportador. Segundos depois, Impulso aparece para o encontro. Os heróis conversam alguns minutos, aguardando a chegada de Mary Marvel, Besouro Azul e Gladiador Dourado. Como os três estão demorando muito, Robin resolve iniciar a reunião.

— Bem, pessoal. Eu gostaria de agradecer a todos por estarem aqui. O assunto de hoje será uma revisão em algumas técnicas de...

— Com licença!

Capitão Marvel Jr. entra voando na sala de reuniões da Caverna, interrompendo Robin. Percebendo que todos estão confusos com sua repentina intromissão, Júnior se explica.

— Mary Marvel foi seqüestrada pelo Doutor Silvana! Preciso falar com o Capitão! Deixem eu usar o teleportador da Liga!

— Liga? — Responde Superboy, sem pensar. — Nada de Liga! Mary Marvel é assunto da Justiça Jovem!

A seguir: A Justiça Jovem enfrenta o Doutor Silvana! E quais as conseqüências das mudanças da Garota-Maravilha?

:: Notas do Autor

(*) Ver últimas edições.

(**) Ver últimas edições de Mulher-Maravilha.

(***) A Mulher-Hulk estava em Gateway City após Mulher-Hulk # 12. Vocês irão conferir o desenrolar do encontro entre Azul, Dourado e Jenny nas edições de Mulher-Hulk!



 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.