hyperfan  
 

X-Men # 03

Por Eduardo Sales Filho

Na última edição: A Ilha Muir é atacada pelas forças de Fitzroy, que foge após a chegada do grupo comandado por Cable e Wolverine, levando consigo metade do Excalibur como prisioneiros. Lince Negra localiza os X-Men capturados na Austrália.

Banho de Sangue

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a X-Men
::
Outros Títulos

Os túneis abaixo da antiga base no deserto australiano despertam lembranças há muito esquecidas em Wolverine e Jubileu. Foi por aqui que eles fugiram quando os Carniceiros, comandados por Pierce, atacaram os X-Men. Logan foi espancado, torturado e crucificado pelos inimigos. Estaria morto caso a jovem mutante oriental não o tivesse salvo. Voltar a este lugar depois de tanto tempo deixa ambos atordoados.

— Jubi, eu sei como você se sente. Não se preocupa, tudo vai acabar bem.

— Acabar bem como, Wolvie? Os X-Men estão presos, lá em cima, por um louco e a gente tá se arrastando aqui nos esgotos, nesses malditos túneis! Droga, eu odeio esse lugar!

— Eu sei, guria, também não guardo boas recordações daqui. Mas a gente vai ter que ser forte. Os outros contam com nossa ajuda. Acha que consegue? — Jubileu acena afirmativamente com a cabeça e enxuga algumas lágrimas que começavam a cair.

— Muito bem, vamos chutar a bunda desses canalhas!

— Assim é que se fala, princesa! — Wolverine e Jubileu se abraçam forte, passando a coragem de um para o outro. Aquele dia nos túneis marcou para sempre a vida dos dois mutantes e definiu uma relação muito especial entre eles.

— Lamento interromper o momento... sentimental, mas precisamos dos seus sentidos aguçados aqui, Wolverine.

— Tou indo, Bishop. — Logan arqueia seu corpo para pegar impulso. Dá um salto e, com a mão direita, pendura-se em um cano que passa rente ao teto. Ele fareja. — O andar de cima tá limpo, moçada. É aqui mesmo que vamos subir.

Usando suas afiadas garras de adamatium, Wolverine faz um buraco no teto do túnel, servindo de passagem para o andar superior. Lince Negra se torna intangível e caminha no ar, levitando ao encontro de Logan. Cable usa seus poderes telecinéticos para subir Bishop, Jubileu e ele próprio.

— Muito bem, é aqui que nos separamos, Logan.

— Podexá, xará. Leva o Bishop e pega aquele puto do Fitzroy. Eu e as gurias vamos soltar o resto dos X-Men. — Cable faz sinal de positivo e parte, junto com seu companheiro, para o centro de comando do complexo. Wolverine, Lince Negra e Jubileu se encaminham para o quadrante sul, onde ficam as celas.

Cable e Bishop nunca estiveram neste lugar antes, mas alguma coisa é estranhamente familiar para ambos. "A desolação, o abandono, a escuridão. Essa sensação de frio", pensa Nathan. "Lembra o futuro de onde vim." Ao olhar para seu colega, percebe que não é o único a sentir-se assim.

— Os senhores estão perdidos? Creio que o departamento de roupas femininas é no andar de cima.

— Cassidy. Que bom te encontrar! Assim posso acabar o que comecei no nosso último encontro.*

— Ora, Cable. Você não achou que eu estaria aqui sozinho, achou? — um enorme vulto sai das sombras. Seu uniforme marrom e o elmo que cobre seu rosto deixam claro quem é o companheiro de Black Tom Cassidy. — Senhores, digam 'oi' para meu amigo Cain Marko.

O Fanático investe contra os dois mutantes com rapidez impressionante para alguém tão grande. Ainda fraco em virtude de seus ferimentos, Bishop é abatido de imediato. Cable salta ante o primeiro ataque do vilão, desviando-se de um soco que derruba a parede atrás dele. Enquanto atira coisas telecineticamente em Marko, Nathan invade a mente de Black Tom, que assiste a tudo, e descobre a localização dos X-Men capturados.

"Logan? Estou sob ataque, não sei quanto tempo vou resistir. Abra sua mente para mim, eu já sei onde os X-Men estão."

"Droga, Cable! Eu odeio quando invadem minha mente! Ah! Já reconheci o lugar. Se faz de morto aí, xará. Chego lá em dez minutos."

Fanático soca Cable com inclemência. O mutante ergue um escudo telecinético em volta do seu corpo mas ainda assim sente o golpe violento. Percebendo a aproximação de Marko, Nathan finge inconsciência. "Esta batalha está perdida", pensa, enquanto se deixa capturar. "Mas a guerra ainda não".

Quando entra num enorme salão, que antes servia como ginásio para os X-Men, Cain Marko carrega os dois oponentes recém-capturados em seus ombros. Ao longo da sala, todos os mutantes seqüestrados estão acorrentados no chão. Membros dos X-Men, do X-Factor, Excalibur, Geração X e X-Force presos, usando colares inibidores de poderes. Cercando tudo existem cerca de 20 robôs de aparência humanóide. No centro do ambiente, Fitzroy, sem sua habitual armadura transparente, sorri exultante.

— Vejam só o que a chuva nos trouxe. — diz o mutante de cabelos verdes. — Cable e Bishop, façam o favor de se unir aos demais.

— Pegamos os dois fuçando nos corredores depois que o alarme de perímetro disparou.

— Muito bem, Cassidy. Você e seu companheiro são agentes eficientes. Ganharão um bônus por isso. Mas agora chega de papo. Meu grande momento, aquilo pelo qual esperei desde que cheguei nesta linha temporal fétida e atrasada, finalmente vai acontecer. Contemplem o novo senhor do mundo!

Cassidy e Marko se entreolham e decidem bater palmas, mas o fazem de maneira entediante. Os dois já conheceram pretensos 'senhores do mundo' e sabem muito bem onde isso vai dar. Ambos fazem o que fazem apenas pelo dinheiro e prazer que isso traz para suas vidas. Eles não têm ideologias políticas ou planos de conquista mundial. Os dois estão velhos demais nesse ramo para ainda acreditar em sonhos assim.

— Começarei meu banquete por você, Nate Grey. — continua Fitzroy.— Um viajante, como eu, vindo de uma linha temporal diferente. Você é um jovem muito poderoso, quero que saiba que sua energia vai possibilitar que eu tome o poder neste mundo!

Nate Grey estremece quando as mãos de Trevor Fitzroy tocam sua cabeça e começam a sugar sua essência vital. O jovem mutante convulsiona e expele secreções corpóreas pela boca. O X-Man recorda momentos da sua curta vida. A fuga dos laboratórios de Sinistro em seu mundo natal. Forge e a trupe circense que o criou como a um filho. Magneto e seus X-Men na luta final contra Apocalipse. A chegada a este mundo. O primeiro encontro com Cable, sua contraparte. Os amigos em Nova Iorque, o Homem-Aranha e o Quarteto Fantástico. A Drª. MacTaggert e o Excalibur, acolhendo-o como parte da família. Com os olhos abertos, ele presencia a expressão de glória no rosto do seu algoz. Então, súbito como começou, tudo termina. Fitzroy se afasta, deixando para trás apenas a carcaça do que um dia foi um homem.

Não! — Kitty Pryde invade a sala atravessando um dos robôs, derretendo assim seus circuitos. É seguida por Wolverine e Jubileu, que atacam um outro autômato. — Seu desgraçado! Você não podia fazer isso! Ele era só uma criança!

— Assim como você, Lince Negra. Mas isso não me impedirá de sugar sua essência vital também. — Fitzroy faz sinal para seus comandados. — Peguem-nos!

Fanático parte em direção aos novos oponentes. Wolverine enfia suas garras na cabeça de outro robô, destruindo-o. Jubileu parte para salvar os X-Men presos e usa seus poderes para explodir o fecho dos colares inibidores.

"Kitty, não podemos enfrentar o Fanático. Torne-o intangível e o leve pra longe daqui. Preferencialmente deixando o miserável soterrado por algumas toneladas de pedra." Lince Negra 'ouve' o comando telepático de Cable e obedece. Agarra Marko e atravessa o chão com ele.

Jubileu liberta Psylocke e Lupina enquanto Fitzroy absorve Dominó. As duas tentam se recuperar rapidamente para ajudar os demais. Betts Braddock parte em socorro de Bishop, ameaçado por um robô. Fitzroy tira a vida de Jesse Tumulto. Ranhe Sinclair assume seu corpo de lobo e com suas garras liberta Gambit e Anjo.

Cable usa sua telepatia para contatar seus aliados, a fim de traçar um plano de ataque mais coerente. Fitzroy mata Suplício. "X-Men, a batalha é desfavorável para nós. Jubileu e Lupina, tentem libertar aqueles que possam atacar a distância. Precisamos de poder de fogo urgente ou vamos todos morrer!" Fitzroy absorve Fusão. Kitty Pryde retorna ao campo de batalha depois de deixar Fanático em uma câmara vazia cerca de duzentos metros abaixo. Fitzroy suga a vida de Apache.

Após salvar Bishop, Psylocke vê a chance de um ataque direto a Fitzroy. Ela salta. Com a graciosidade que aprendeu quando era a assassina principal do Tentáculo, desvia-se de rajadas disparadas pelos autômatos e aproxima-se cada vez mais do vilão.

— Essas mortes acabam aqui! — grita Psylocke, enquanto enfia sua adaga psíquica na cabeça de Fitzroy, que desaba inconsciente. — Desgraçado, você vai pagar pelo que fez no inferno!

— Você vai primeiro, srta. Braddock. — Black Tom enfia seu cajado nas costas de Psylocke. A arma atravessa seu pulmão direito e chega ao coração. — Gostaria de poder dizer que estou te matando por que sou um irlandês que odeia ingleses, mas na verdade estou fazendo isso por puro prazer! — Cassidy usa seu poder mutante e emite um descarga energética através do seu cajado. O corpo da mutante treme e cai sem vida. — AHAHAH! Morra, Betts!

Não! — o Anjo assiste a tudo e parte para cima de Cassidy. — Seu puto! Eu vou acabar com você! — a dor sentida por Warren Worthigton III perfura seu coração, deixando-o cego de ódio. Ele avança sobre Black Tom com uma ferocidade nunca vista por nenhum de seus companheiros. Seus punhos são implacáveis. Os ossos de seu oponente se partem com a mesma facilidade que o cajado, destruído no primeiro golpe.

Fanático escava seu caminho de volta ao campo de batalha bem a tempo de salvar Black Tom do seu atacante. Com um tapa, ele atira o Anjo do outro lado da sala. Cego pelo ódio, Warren levanta-se de imediato e prepara-se para voltar ao combate, mas é impedido por Cable.

— Sinto muito, Warren, mas não posso te deixar fazer isso. Já perdemos muitos amigos hoje, não quero que você seja o próximo. — Cable percebe que Worthington está mais forte que o normal, mas acredita ser apenas resultado da grande dor que está sentindo.

— Me larga, porra! Eu vou voltar lá e não tem nada que você possa fazer quanto a isso!

— Tem, sim. Desculpe-me, Warren. — Nathan usa sua telepatia e deixa seu companheiro desacordado.

Em torno de Fitzroy, meia dúzia de robôs fazem um cerco para proteger seu mestre de novos ataques, enquanto outros andróides entram no salão, cercando os X-Men já libertos. Jubileu e Lupina trabalham rápido, tentando soltar o maior número de mutantes possível, enquanto os demais combatem os inúmeros autômatos que não param de chegar.

— Argh... que maldita dor de cabeça. Aquela vaca inglesa me pegou de jeito. Humm... aparentemente alguém já se vingou por mim. — Fitzroy desperta, olha ao redor para compreender a situação e exclama. — Muito bem, X-Men, vocês já chegaram o mais longe que podiam. Ninguém vai atrapalhar os meus planos. Ninguém! Robôs acabem com eles! Quero esses malditos no chão. Vivos ou mortos!

Na próxima edição: A batalha continua e mais vítimas serão feitas. Bishop e Fitzroy em sua luta definitiva.

:: Notas do Autor

* Na última edição



 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.