hyperfan  
 

Liga da Justiça # 26

Por Robson Costa

Caçador do Tempo

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Liga da Justiça
:: Outros Títulos

Os justiceiros encontram-se reunidos em volta de uma estranha máquina. Eles a examinam detalhadamente, enquanto Immortus faz os últimos ajustes e explica o funcionamento da mesma:

— Basicamente, esta máquina irá retirar a energia cronal excedente do seu corpo, Capitão Átomo, de forma que o desequilíbrio que você estava causando cesse.

— O que ele diz é verdade? — pergunta Fóton a Aço.

— Não sei, Mônica. Esta máquina é muito complexa. Me sinto um verdadeiro homem das cavernas perto desta tecnologia. Kyle e o Super-Homem também a estão examinando, mas acho que eles também estão sentindo a mesma coisa.

— Pronto! — fala Immortus — A máquina já está preparada. Pode entrar nesta cápsula, Capitão Átomo.

O herói entra no compartimento indicado pelo regente do Limbo. Depois de fechar hermeticamente, ele começa a mexer em vários controles. Os justiceiros acompanham atentamente a operação, quando, de repente, o Capitão Átomo solta um grito de dor. Instintivamente, os heróis reagem, quando um estranho raio sai da máquina e os paralisa. Immortus gargalha.

— A vinda de vocês para acompanhar a "limpeza" do seu amigo não estava nos meus planos. Mas, sem problema, eu não seria Immortus se não possuísse uma carta na manga. A energia que os impede de mover é fornecida pelo seu colega preso na minha máquina. Agora, vamos ao que realmente interessa...

— E o que seria, vilão? — pergunta Super-Homem, num esforço sobre-humano para falar.

— Você é mesmo admirável, kryptoniano. Terei que aumentar a intensidade do raio. Agora, sim. Mas eu irei explicar para vocês: tudo o que aconteceu, foi um estratagema para que eu pudesse localizar o Extemporâneo. As suas intervenções na sua linha temporal criaram mais linhas alternativas do que todas as viagens de Kang. Depois da sua derrota, ele se escondeu aqui no Limbo, no meu reino. Mas, astuto, ele disfarça sua assinatura energética e não consigo localizá-lo. Pesquisando, descobri uma viagem no tempo dele e do Capitão Átomo. Sabia que haveria energias residuais no Capitão que poderiam me auxiliar em descobrí-lo. porém, como conseguir a cooperação do nosso amigo aqui? Só de uma forma: conseguindo a cooperação dos seus companheiros. Assim, criei as anomalias temporais que vocês viram, retirando os seus amigos das suas linhas temporais, o bastante para causar o efeito desejado. Sei que não conseguiria a confiança total de vocês, mas o meu plano saiu melhor do que eu previa.

Neste instante, a estranha máquina de Immortus emite um sinal. O vilão se aproxima de uma tela, onde um ponto luminoso brilha.

— Encontrei-o!

Hank Hall sai da caverna que escolheu como esconderijo no Limbo. Enquanto observa a paisagem árida daquela dimensão, ele analisa tudo o que aconteceu desde que ele assumiu a identidade do Extemporâneo. Todo o seu plano acabou sendo atropelado por Parallax e, no final, ele teve que se esconder aqui. O que ele não contava é com a caçada que sofreu por parte de Immortus, desde que pôs os pés no Limbo. Hall ri. Immortus pode ter a mais avançada tecnologia, mas não consegue encontrá-lo. Usando os poderes que roubou de Tempus e dos Homens Lineares, ele disfarça os seus rastros, tornando-se invisível para o alter ego de Kang.

Absorto nos seus pensamentos, o Extemporâneo não percebe a aproximação dos seus inimigos e só é despertado quando uma rajada quase o atinge, mas faz com que ele perca o equilíbrio e caia. Rapidamente, ele já se posiciona para o ataque, mas acaba se surpreendendo com os seus atacantes: são as suas versões passadas das antigas identidades que ele adotou, Rapina e Monarca. Extemporâneo parte para o ataque, mas Monarca dispara mais uma rajada da sua armadura, fazendo com que Hank tenha que se proteger. Aproveitando o momento, Rapina salta e ataca com grande ferocidade a sua versão futura. Extemporâneo consegue jogá-lo longe. Neste momento, Immortus surge:

— Como vai, Hank Hall, ou melhor, Extemporâneo?

— Maldito! Eu sou muito mais poderoso do que as minhas versões passadas. Você acha que consegue me deter desta forma?

— Eu não acho. Tenho certeza. Pois se usar os seus poderes de manipulação de tempo sobre eles, quem sentirá será você. Mesmo estando aqui no Limbo, se você os matar, você também morrerá. Se você os envelhecer, quem será um idoso será você. Você pode alegar ser o senhor do tempo, mas eu sou o senhor do Limbo.

O Extemporâneo é pego de surpresa com as palavras de Immortus. Será que são verdadeiras?

"Não poderei usar os meus poderes sobre as minhas versões passadas." — ele pensa.

Rapina aproveita o momento de dúvida e ataca novamente. Monarca segue o seu companheiro de missão. Logo, os dois conseguem subjugar Hank Hall e prender o vilão.

— Excelente. — diz Immortus — Agora, Extemporâneo, você receberá a punição pelos seus atos.

— Não sabia que você tinha deixado o lado do mal, Immortus.

— Não me tornei um bom samaritano como os heróis. Estou cumprindo a minha tarefa. O seu malfadado plano de manipulação de tempo, incluindo o roubo dos poderes de Tempus, causou danos irreparáveis para toda a estrutura espaço-tempo. Várias linhas alternativas temporais surgiram, piorando o equilíbrio cósmico. Fui extremamente repreendido pelos Guardiões do Tempo por causa das minhas falhas, mas decidi reparar tudo isto.

— E o que você vai fazer? — pergunta um assustado Extemporâneo.

— Por causa de pessoas como você e outros tidos viajantes do tempo, minha missão é eterna. Assim, decidi eliminar um por um todos os viajantes temporais e suas máquinas de viagem no tempo. E começarei com você, Hank Hall, que mais perturbou toda a ordem cósmica. Para isso, tomarei para mim os poderes que você roubou e depois o prenderei nos calabouços do meu castelo no Limbo, para que nunca mais volte a criar divergências temporais.

Immortus coloca a sua mão sobre a cabeça do Extemporâneo e começa a sugar os poderes do vilão. Hank Hall grita de dor. Tenta fugir, mas com medo de ferir as suas versões passadas e, assim, também se machucar, não consegue escapar do golpe aplicado por Rapina e Monarca. Porém, o sofrimento de Hall dura pouco. De repente, o vilão some, como também Rapina e Monarca. Immortus se surpreende quando então vê a chegada de Tempus.

— Acabou, Immortus! — anuncia o membro dos Homens Lineares.

— Maldito! Você permitiu que o Extemporâneo escapasse e voltasse a causar mais divergências no espaço-tempo. Vai pagar pelo seu ato.

Antes que possa atacar Tempus, um raio atinge Immortus. O vilão então vê a chegada dos membros da Liga. As mãos do Capitão Átomo ainda estão fumegantes depois da rajada.

— Renda-se, Immortus. Já sabemos de toda a verdade. — diz o Super-Homem.

— Eu fiquei na base e entrei em contato com os Homens Lineares. E eles analisaram todas as anomalias que a Liga sofreu e perceberam que não foram "naturais", como as que aconteceram algum tempo atrás, mas sim provocadas. Eles rastrearam e viram que eram originadas daqui do Limbo. Na mesma hora, Tempus ofereceu para nos ajudar e me trouxe aqui. Enquanto ele partia atrás de você, Immortus, eu libertava meus amigos da sua máquina. Por mais avançada e estranha que ela seja, ainda tem que obedecer a certas regras da Física.

— Devolvi Rapina e Monarca para as suas linhas temporais. — fala Tempus — E quanto ao Extemporâneo, eu o prendi em uma dimensão onde não poderá mais causar danos a ninguém e também estará a salvo de você, Immortus.

Os heróis cercam o vilão.

— Muito bem, Immortus. Acabou. — fala Super-Homem.

— Malditos! Vocês acham que podem fazer alguma coisa contra mim? Eu sou o senhor do Limbo. Vocês apenas atrasaram os meus planos. Mas eu tenho toda a eternidade para que eles realizem. Voltem para a sua dimensão. A presença de vocês não é mais necessária aqui.

E fazendo um simples gesto, os justiceiros e Tempus somem. Quando os heróis percebem, estão de volta à base lunar.

— Ele escapou. — diz Wally West.

— Não se preocupe, Flash. — fala Tempus — Nós conseguimos deter os planos de Immortus e tenho certeza que não ouviremos falar dele por algum tempo.

Limbo.

Immortus está de volta ao seu castelo. Com um gesto, centenas de monitores aparecem, mostrando várias linhas temporais.

— Vocês venceram, Liga. — ele diz — Mas eu tenho muito tempo. É somente o que tenho: tempo.




 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.