hyperfan  
 

Liga da Justiça # 31

Por Robson Costa

Guerra Atlântida x Poseidônis — Parte V
Batalha Submarina

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Liga da Justiça
:: Outros Títulos

Atenção, todos! Aqui quem fala é Oráculo. Acaba de iniciar o conflito entre Atlântida e Poseidônis. O Super-Homem convoca todos os membros reservas para se deslocarem para o Atlântico sul em missões de resgate a navios que estão sendo alvos dos projéteis disparados pelos dois exércitos. As coordenadas são...

A convocação de Oráculo chega a todos e, no mesmo instante, um superexército se desloca para o local informado. Ao chegarem lá, os super-heróis encontram-se com o Arqueiro Verde e a Mulher-Maravilha.

— Muito bem, pessoal! — fala Oliver Queen, montado em um jet-ski — Temos várias tarefas por aqui. Há navios atingidos pelos disparos, há pessoas no mar. Também temos que impedir que mais embarcações passem por aqui. Eu e a Mulher-Maravilha estamos liderando as forças da superfície. Então, ao trabalho!

Max Mercúrio resgata várias pessoas que caíram no mar e coloca-os em um construto criado pelo anel de Guy Gardner. O Homem-Borracha aumenta o seu tamanho e barra a chegada de mais navios.

— Desculpa aí, pessoal. Mas vocês não podem passar por aqui.

Poderosa e Mulher-Maravilha impedem navios de afundarem para que as tripulações possam ser resgatadas. No jet-ski, Arqueiro observa a ação dos justiceiros:

— Parabéns, velhinho! — fala Canário Negro, sentada de carona no jet-ski — As ações de resgate estão sendo um sucesso.

— Obrigado, passarinho. Mas o principal depende dos grupos que foram lá embaixo. Se eles não detiverem esta guerra, a situação pode piorar.

Enquanto isso, os grupos de Fóton e Super-Homem já chegaram ao local do conflito.

— A principal missão é deter esta carnificina. — fala o Super-Homem — Desarmem os soldados, inutilizem as máquinas de guerra. Façam tudo dentro do possível, mas esta guerra tem que terminar hoje.

Os heróis concordam e partem em suas missões.

Longe dali, o submarino tripulado por Batman, Namorita e Asa Noturna chegam ao local indicado pela prima de Namor.

— É logo ali. Este presídio era conhecido como Hades em Atlântida. — ela diz — Que eu saiba, ele está desativado faz um bom tempo.

— Mas não é o que parece, Namorita. — fala Batman, usando um telescópio — Há uma pequena tropa atlante aqui. O que significa que eles estão guardando alguma coisa ou alguém muito importante.

— Batman, — fala Asa Noturna — na janela daquela cela, eu vi um casal.

— Sim, Asa. Também estou vendo, mas eles não são atlantes, porque não têm a pele azul.

— Serão de Poseidônis? — pergunta Namorita.

— Também não. As roupas não se parecem com o material que já vi ser utilizado no reino de Aquaman. Eles parecem ser da superfície. Como eles estão respirando debaixo d'água sem equipamento?

— Namor pediu para cientistas de Atlântida desenvolverem uma pílula que altera o metabolismo de pessoas da superfície, permitindo que respirem embaixo d'água por uma hora. — explica Nita.

— Bem, aquela tropa não está lá apenas para guardar este casal. — deduz Batman — Com certeza, Namorita, a sua pista está certa. É um pelotão pequeno. Eles não estão aguardando o ataque de ninguém. Se agirmos rápido e de surpresa, os venceremos.

Namorita nada rapidamente em direção dos soldados e, antes que eles se dêem conta, são nocauteados pelos golpes da titã. Batman e Asa Noturna chegam logo depois e também derrubam outros soldados. Dick Grayson entra na prisão. Ele passa pela cela do casal e continua a verificar as outras celas em busca de Tempest. Por fim, o encontra, mas ele está aparentemente dopado. Batman nada até a cela do casal e, com uma gazua, arromba a porta da cela.

— Obrigado, Batman.

— Por que vocês estão presos? — pergunta o cavaleiro das trevas.

— É por causa da nossa filha. — diz o marido — Acho que podemos confiar em você a identidade secreta dela. Ela é a Supermoça. Namor nos manteve refém para que ela se tornasse sua aliada.

Bruce Wayne não gosta do que ouve. É mais uma peça a ser considerada na situação que já se apresenta bastante caótica.

— Batman, — fala Asa Noturna — encontrei o Garth, mas acho que vai demorar um pouco para ele se recuperar.

— Os soldados estão todos nocauteados. — fala Namorita — Acho que podemos partir agora.

— Muito bem, então vamos. Não sabemos até quando vai durar o efeito das pílulas que eles tomaram. — fala Batman.

Porém, antes que eles possam sair da construção, um imenso tubarão surge e barra a saída de todos. Logo, outros peixes aparecem, impedindo todos de saírem.

— Lá está a responsável. — aponta Namorita — É a Saqueadora Submarina.

Atlântida

Namor acompanha pelo monitor a batalha. No momento, a luta não apresenta vencedores, pois há baixas consideráveis em ambos os lados. De repente, ele reconhece a entrada de novos competidores.

— Liga da Justiça! Provavelmente vieram proteger o seu coleguinha, o Aquaman. Krang! — fala Namor, por um comunicador.

— Sim, majestade? — responde o seu general.

— A Liga da Justiça chegou. Mande os nossos aliados deterem-nos.

— Imediatamente, majestade. — desliga Krang.

Namor continua entretido em acompanhar a evolução da batalha, e não nota a aproximação do Tubarão-Tigre. Os poucos guardas não foram páreo para o vilão e seus companheiros de grupo, Capitão Átomo e Agente Americano. Rapidamente, o Tubarão-Tigre ataca o monarca, tentando estrangulá-lo com uma gravata. Porém, Namor se recupera logo e joga o adversário de encontro uma das colunas do seu palácio.

— Como você chegou até aqui? — pergunta Namor.

— Olha só quem fala.

Namor vira-se para o local de onde veio a frase e depara-se com o Agente Americano e o Capitão Átomo.

— Mas o que significa isto?

— Considere-se preso, Namor I, por crimes cometidos em território americano. — ordena Capitão Átomo.

— É mesmo? — gargalha o monarca atlante — O que você acha disso, querida?

Neste momento, surge a Supermoça, surpreendendo os atacantes de Namor. Antes que eles possam reagir, Linda Danvers avança velozmente e ataca o Capitão Átomo. Os dois heróis acabam se afastando do palácio real.

— Agente Americano, — fala Namor — sua missão é um estrondoso fracasso. Aliás, vindo de alguém que é apenas uma cópia mal acabada de um verdadeiro herói, não poderíamos esperar outra coisa.

John Walker vê que o Tubarão-Tigre já se recuperou do golpe recebido e parte para o ataque, juntamente com ele.

— Então nós vamos ver, cara de peixe!

Super-Homem e Aço destroem as embarcações de guerra de Poseidônis, enquanto Flash e Metamorfo atacam os soldados, desarmando-os e nocauteando-os. Graças à intervenção da Liga, o foco do exército de Poseidônis não está em apenas atacar o exército inimigo. Agora, os soldados também têm que deter as ações dos heróis. Super-Homem permite-se um sorriso de satisfação, quando uma rajada o atinge e ele é tomado por incríveis dores.

— Magia! — fala ele, com muito sacrifício.

Aço se aproxima de Kal-El, mas uma pesada maça o atinge, jogando-o longe. Quando ele começa a levantar, depara-se com um gigante de pele azul, portando uma pesada espada.

— Vocês da Liga da Justiça irão aprender a não irem contra a vontade de Attuma. — diz o gigante, que tenta golpear o herói caído com a sua espada.

Porém, Aço consegue deter o golpe, usando o seu martelo. Ele então usa dos jatos da sua bota e afasta Attuma, possibilitando que se recupere. Flash e Metamorfo vêem os dois colegas sob ataque, mas antes que possam reagir, são alvos de uma rajada laser. Os dois heróis perdem o equilíbrio e Wally West bate com a cabeça no chão, ficando desacordado. Metamorfo altera a sua forma e constituição, transformando-se em uma cúpula de titânio, protegendo a si e ao Flash. Ele então vê que estão sendo atacado por uma arma do Arraia Negra, enquanto o Super-Homem está sendo atingido por raios disparados do tridente do Mestre dos Oceanos.

O grupo de Fóton também está obtendo sucesso contra as tropas atlantes. Lanterna Verde e Capitão Marvel destroem completamente as naves de guerra, enquanto Eléktron e Fóton vão provocando baixas no exército. De repente, Kyle Rayner grita de dor. Os aliados de Namor surgem e Modok usa dos seus poderes mentais contra Kyle, impedindo que ele possa se concentrar para usar do anel. Hyde ataca Capitão Marvel e começa um combate feroz. Fóton passa a se desviar dos raios lançados por Black Tom Cassidy, enquanto Fanático caça Ray Palmer, tentando esmagá-lo.

— Venha cá, camarãozinho. — diz o meio-irmão de Charles Xavier.

De repente, Cain Marko começa a se sentir tonto. Ele nunca tinha se sentido assim, mesmo depois dos ataques mentais do Professor X. Preocupado, sai em busca de Black Tom Cassidy, que considera o seu maior amigo.

— Tom, não estou me sentindo bem. Será que é a tal da pílula do Namor?

— Marko, cuidado!

O aviso chega tarde demais. O Fanático perde os sentidos e desmaia, caindo em cima do amigo, imobilizando-o. No mesmo momento, Eléktron surge de dentro do capacete e aumenta o seu tamanho.

— Parabéns, dr. Palmer. — fala Fóton.

— Sem problemas. Bastou que atacasse o ouvido interno e causasse uma espécie de labirintite. Saiu melhor do que o esperado.

— E os nossos colegas?

Hyde surge, jogado, após levar um soco do Capitão Marvel. O vilão tenta se levantar, mas acaba perdendo os sentidos também.

— Diacho! — fala Billy Batson — Este foi difícil.

Kyle Rayner junta todas as forças que lhe restam e concentra toda a sua vontade em único ponto. Um raio verde sai do seu anel e atinge os motores da cadeira de Modok. O vilão é pego de surpresa e pára o ataque. Rayner aproveita e aumenta a intensidade do raio. Ocorre uma explosão e Modok sobe para a superfície a uma grande velocidade, sumindo de vista. Os colegas de Kyle chegam e o cumprimentam pela vitória. Após se recuperar, o Lanterna Verde prende os outros vilões em um construto, para que não fujam.

Agente Americano e Tubarão-Tigre continuam o ataque a Namor.

— Não dê espaço para ele reagir, Arliss. — fala John Walker.

— Vocês acham que podem me vencer? — fala Namor — A mim? Rei da Atlântida? O filho vingador? Imperius rex!

E dizendo isso, o monarca atlante joga os seus dois atacantes longe. Agente Americano se recupera primeiro e ataca novamente, mas Namor esquiva-se dele. Ele aplica um golpe que imobiliza John Walker. O Tubarão-Tigre volta ao ataque, mas Namor pega o escudo do Agente e o lança contra o vilão, nocauteando-o. Namor convoca a guarda, que prende os dois atacantes em algemas imobilizadoras. Rapidamente, o monarca atlante volta sua atenção para o monitor e ainda vê a vitória da Liga contra os seus aliados. A Supermoça ainda não retornou, o que pode significar que a luta contra o Capitão Átomo não terminou ou que já tenha sido derrotada. Namor senta em seu trono e começa a ficar preocupado com o rumo que está sendo tomado.

Wally West recupera a consciência e toma conhecimento rapidamente da situação em que se encontram os seus companheiros de grupo. Ele agradece a Rex Mason por tê-lo protegido e pede para ele agüentar mais um pouco.

— Que seja rápido, então!

Flash ri da piada do companheiro. Metamorfo altera novamente a sua forma, permitindo que Wally West corra na direção do Mestre dos Oceanos. Antes que o vilão perceba, seu tridente está nas mãos do velocista.

— Maldito! — diz o vilão, que logo é nocauteado por um soco do Super-Homem.

Kal-El vai em direção do combate entre Attuma e Aço. Antes que o bárbaro atlante perceba, Super-Homem o joga longe. John Irons aproveita e lança o seu martelo contra o Arraia Negra, desarmando-o. Rex Mason ataca o vilão e o nocauteia também.

— Muito bem, — fala o Super-Homem — vamos retornar à nossa missão!

Porém, antes que os heróis partam, algo é lançado na frente deles, barrando o seu avanço. Logo eles reconhecem o poder de Mera. Ela e Aquaman surgem.

— Super-Homem, esta guerra não é de vocês. — fala Aquaman — Partam imediatamente.

— Esta guerra não é apenas um conflito entre vocês e os atlantes. Ela atinge a todos os povos do mundo. Arthur, como membro da Liga, peço que você cesse esta hostilidade com a Atlântida.

— Não, Clark. Não irá ter acordo entre Poseidônis e Atlântida enquanto Namor continuar no trono. Ele é um risco para todo o equilíbrio do fundo do mar com as suas ambições de um grande império submarino.

— Então a Liga continuará aqui até derrotarmos todo o seu exército.

— Muito bem, Clark. Proponho um combate, então. Uma luta entre nós dois. Se eu ganhar, você e a Liga partem imediatamente. Se você ganhar, eu mando as minhas tropas recuarem. Então, aceita?


Na próxima edição: Super-Homem contra Aquaman. Capitão Átomo contra Supermoça. A guerra aproxima-se dos momentos finais.




 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.