hyperfan  
 

Liga da Justiça # 36

Por Robson Costa

Destruidor Supremo — Parte III
Batalha em Nova Gênese

— E, então, Kyle? — pergunta Batman para o Lanterna Verde, que rastreia com o feixe de seu anel o local do combate de Thor contra o Destruidor.

— Já detectei traços da energia da Fóton e o ar está ionizado, como depois de uma tempestade. Mas o anel acabou de encontrar uma novidade: traços de um tubo de explosão e de radiação ômega.

— Darkseid! — conclui o cavaleiro das trevas.

:: Sobre o Autor

:: Edição Anterior
:: Próxima Edição
:: Voltar a Liga da Justiça
:: Outros Títulos

Connecticut

— Vou entrar para pegar mais molho para o churrasco, querida, e já volto. — diz Scott Free para sua esposa, a Grande Barda.

O filho do Pai Celestial entra na sua residência. Ele e Barda estão adorando esta vida de pessoas normais, depois de tudo o que passaram em Apokolips e na Liga da Justiça. Hoje, eles estão fazendo um churrasco com os vizinhos.

— Precisamos da sua ajuda, Senhor Milagre.

Scott se assusta, quase derrubando o vidro com o molho. Mas, logo, ele reconhece o dono da voz: Batman.

— Batman! Que susto! Você não poderia encontrar com as pessoas como todo mundo?

— Não há tempo para isso, Scott. A Liga da Justiça e o Super-Homem precisam muito da sua ajuda.

Rapidamente, o cruzado mascarado conta sobre o rapto do Super-Homem e dos planos de Loki, as lutas contra os asgardianos e as descobertas de Kyle Rayner.

— Barda não vai gostar, mas me entendo com ela quando voltarmos.

Scott Free veste o seu uniforme e acompanha o Batman para fora da sua residência. Bruce Wayne fala no seu comunicador e, logo, um raio de teletransporte traz para a Terra os justiceiros que irão acompanhá-los: Aço, Lanterna Verde, Caçador de Marte, Supermoça, Arqueiro Verde e Homem-Borracha.

— Muito bem, pessoal. — fala Senhor Milagre — O expresso para Nova Gênese parte neste instante.

Scott Free pressiona alguns botões na sua veste e logo surge um tubo de explosão na frente dos heróis, que rapidamente entram nele. Uma explosão é ouvida e o tubo, juntamente com os heróis, não existe mais.

Nova Gênese

— O que o aflige, Órion? — pergunta Izaya, aproximando do seu filho adotivo.

— Darkseid! Apokolips! Eles estão muito quietos. E, normalmente, isto é indício de perigo.

— Você está certo, mas há um bom tempo Nova Gênese não passa por um momento de tranqüilidade como este.

Neste momento, surge um tubo de explosão na frente dos dois novos deuses e dele saem o Senhor Milagre e a Liga da Justiça.

— Filho! — fala o Pai Celestial — Há quanto tempo não nos vemos! Mas qual é o motivo desta visita?

— Pai, é melhor que Batman conte tudo.

Batman, então, narra a mesma história que havia contado anteriormente para Scott Free.

— Eu sabia, Pai Celestial! — fala Órion — Devemos nos preparar para o ataque de Darkseid.

— Não será necessário, meu filho, pois já estou aqui!

Os heróis viram na direção da voz: é Darkseid, em um outro tubo de explosão. Ao seu redor, um exército de parademônios. Ao seu lado, a armadura do Destruidor. Os justiceiros logo percebem que o Destruidor está diferente.

— Gostaria que vocês conhecessem a mais poderosa arma criada por Asgard e Apokolips: o Destruidor Supremo. — apresenta o regente de Apokolips.

Uma aura de energia envolve a armadura que agora segura Mjolnir. Kyle manda o seu anel analisar o inimigo.

— Pessoal! Agora o Destruidor não possui apenas a força vital do Super-Homem, mas também do Thor e de Fóton.

— Hah! Poderia ter a força do próprio Darkseid! — diz Órion — Eu desmantelarei esta armadura com a minha astroforça.

O novo deus monta em seu veículo e parte contra Destruidor Supremo. Os parademônios investem contra os heróis. As rajadas de astroforça não fazem qualquer efeito contra a armadura, que rechaça o filho de Darkseid com um único golpe.

— Destruidor Supremo! Cumpra a sua missão: a morte do Pai Celestial! — ordena Darkseid.

Destruidor Supremo avança em direção de Izaya, que repele o ataque de alguns parademônios.

— J'onn! Supermoça! Aço! Detenham o Destruidor! — ordena Batman, enquanto nocauteia um parademônio.

Os três heróis atacam simultaneamente a armadura modificada pelos poderes de seus amigos. O Destruidor joga Mjolnir contra o Caçador de Marte, que é lançado longe. Aço recebe uma forte rajada da visão de calor, que acaba causando uma pane temporária em sua armadura. Por fim, Supermoça cai, vencida pela força dos socos do Destruidor.

Ao comando de Batman, Scott Free cria um novo tubo de explosão e lança nele um grupo de parademônios que o atacava. Kyle recolhe com o seu anel um outro grupo e também o lança no tubo.

— Saiam da frente! — avisa o Homem-Borracha.

Eel O'Brian assume a forma de uma enorme atiradeira e lança outro pelotão de parademônios para dentro do tubo criado pelo Senhor Milagre. Batman livra-se dos asseclas de Darkseid e chega até J'onn J'onz.

— Como você está? — pergunta.

— Vou me recuperar, mas esta armadura é muito mais poderosa do que os asgardianos falaram.

— Eu sei, J'onn. Por isso, criei uma nova estratégia: ataque o Destruidor Supremo com sua telepatia.

O marciano concentra-se e inicia o ataque. O Destruidor cambaleia. Órion aproveita para voltar ao ataque com uma carga maior de astroforça. Ao sinal de Batman, Arqueiro Verde livra-se dos parademônios que o atacavam e dispara uma flecha contra o regente de Apokolips. Darkseid apanha o projétil no ar, antes que o atinja.

— Tolo! Você achava que esta arma primitiva faria algum efeito contra mim?

— A minha resposta para você, cabeção, é: agora! — fala Oliver Queen.

A ponta da flecha explode e cobre o rosto de Darkseid com uma substância adesiva. Com os olhos cobertos, ele não consegue disparar os seus temidos raios ômega. Supermoça aproveita e lança-se contra ele, atacando com uma feroz e rápida seqüência de golpes e socos. O ataque coordenado por Batman começa a fazer efeito. Kyle e Aço juntam-se a Órion contra o Destruidor Supremo. J'onn parte para a próxima parte do plano, transmitida a ele telepaticamente por Batman, que volta a lutar contra os parademônios, ao lado do Senhor Milagre, Homem-Borracha, Arqueiro Verde e Pai Celestial.

"Muito bem, J'onn! Agora que o Destruidor tem que enfrentar três pesos-pesados e Darkseid está ocupado com a Supermoça, entre em contato com os nossos amigos."

O marciano invade a mente da armadura com a sua telepatia. Lá, a sua forma astral escapa de várias armadilhas montadas até chegar à região central. Lá encontra as formas astrais de Super-Homem, Thor e Fóton aprisionados em uma espécie de cápsula, tendo os seus poderes sugados por estranhas estruturas.

"Só há uma forma de libertá-los, já que não conheço o mecanismo que os prende." — conclui o Caçador de Marte.

J'onn consegue estabelecer contato telepático com os heróis e começa a reavivar suas lembranças e as suas lutas entre os Vingadores e a Liga da Justiça. Ao mesmo tempo, ele lhes conta o que está acontecendo do lado de fora da armadura e lhes transmite imagens do combate entre os justiceiros e a armadura. Neste momento, uma explosão ocorre. Quando o marciano se recupera, ele vê as formas astrais de seus amigos livres.

"Obrigado, J'onn." — elas lhe respondem, ao mesmo tempo em que ele é expulso da armadura.

O marciano se vê de volta ao seu corpo e olha para o Destruidor. Neste momento, a armadura pára de atacar os heróis que lutavam contra ela. Ela agora procura um novo alvo: Darkseid. Neste momento, o regente de Apokolips consegue se livrar de parte do adesivo que cobria o seu rosto e, com um golpe, lança a Supermoça longe. Quando se volta de volta ao combate, ele é atingido com um poderoso golpe do Destruidor usando o Mjolnir. Darkseid se espanta. Dispara os seus raios ômega, mas são rechaçados com uma combinação do raio de calor do Super-Homem com os poderes de Fóton. O Destruidor gira o Mjolnir e uma série de raios e relâmpagos atingem o vilão. Darkseid cambaleia e deixa a armadura se aproximar. Quando ele percebe que o Destruidor está bem próximo, ele levanta a cabeça com os olhos prontos para destruir o artefato místico.

— Se eu não comando mais o Destruidor Supremo, ninguém mais o comandará!

Ele dispara os raios ômega. Os heróis, envolvidos na batalha com os parademônios, apenas assistem o que parece ser o final dos seus amigos que, pegos de surpresa, não conseguem esboçar nenhuma reação para se defender. Porém, no momento que o poder de Darkseid atinge o Destruidor, um campo de força o envolve e protege. É Odin, que usando de seu grande poder, ergue uma proteção para a armadura. O Destruidor Supremo aproxima-se do todo-poderoso e ajoelha-se.

— Vocês estão livres! Assim ordena Odin!

Raios saem das mãos do regente de Asgard e atingem a armadura. Ela some e no lugar surgem os heróis aprisionados. Darkseid se levanta. O seu exército, já derrotado pela Liga da Justiça, agora, vê os heróis unindo as forças às do exército asgardiano que acompanha Odin.

— Muito bem, Izaya. Eu sei quando sou derrotado. Mas novas oportunidades aparecerão.

Ele cria um tubo de explosão e retorna a Apokolips.

Izaya aproxima-se de Odin e o abraça efusivamente.

— Quando Batman me contou o que havia acontecido, sabia que poderia contar com o seu auxílio.

— Somos amigos e Odin não abandona a quem tem apreço. Além do mais, estes valorosos mortais me defenderam contra mais uma artimanha de meu invejoso filho adotivo, Loki.

— E quanto ao Destruidor? — pergunta Super-Homem.

— Não te preocupes, kryptoniano. A armadura está novamente escondida e demorará muito tempo para que alguém a encontre novamente.

Os heróis se despedem. Thor gira Mjolnir e transporta os asgardianos de volta ao reino dourado. O Pai Celestial abre um tubo de explosão e os justiceiros, juntamente com o Senhor Milagre, partem nele. Novamente ao lado de Órion, Izaya pondera:

— Espero o dia em que eu e Scott possamos ficar como pai e filho, e não mais como regente e súdito.

— Isto logo acontecerá, senhor. — responde o filho de Dakseid.

— Assim espero! Assim espero.




 
[ topo ]
 
Todos os nomes, conceitos e personagens são © e ® de seus proprietários. Todo o resto é propriedade hyperfan.